Será que estou virando uma “expert” em hambúrgueres? – Parte I

Olha, se tem uma coisa que eu gosto, mas gosto de verdade desde pequenininha, é de um bom hambúrguer! E já que eu gosto muito de cozinhar, eu reparo muito nas coisas mais básicas, como no preparo da carne e do pão. Na minha opinião, pão e carne são os pilares de um bom hambúrguer e se eu quero conhecer a qualidade do hambúrguer de um lugar, eu sempre vou pedir a versão mais simples possível. Se o lugar for bom de verdade peço pão e carne, às vezes até sem queijo, mas certamente sem bacon, sem molho, salada ou qualquer complemento…

O clássico bife de hambúrguer americano é feito com carne moída com mais ou menos 20% de gordura. Bem, quando eu faço em casa compro com menos gordura, por volta de 7% apenas. O bife é temperado na hora de fritar ou grelhar apenas com sal e pimenta do reino moída na hora (ok, eu acrescento noz-moscada também, mas essa é a minha signature). Nada de farinha, ovo, cebola, cebolinha, salsinha ou qualquer outra coisa misturada na carne! O melhor seria colocar o hambúrguer na churrasqueira, mas na frigideira com um pouco de manteiga também fica uma delícia! O pão de hambúrguer também tem os seus segredos. Pão sem tostar, nunca! Senão vira pão moiado, como diríamos em Minas. Tostar o pão é fundamental para que os molhos e até os sucos da carne não sejam absorvidas pelo pão e torne a sua vida impossível na hora de comer um hambúrguer.

Bom, eu experimento hambúrgueres em quase todos os lugares que visito. Desde o tipo “podrão” até o estilo mais “gourmet”, e tenho alguns preferidos nos dois estilos. Mas antes de falar dos meus “Top Favorite Burgers” vamos a mais uma lição. Só são considerados hambúrgueres os sanduíches que contém no mínimo o pão de hambúrguer (pode ser brioche, pretzel, ou o pão comum de hambúguer) e o bife de carne moída de boi ou búfalo! Se for de frango, é sanduíche! Peixe, também é sanduíche! Couve-flor… Sanduíche!

Como são vários os lugares que eu já experimentei, pensei em dividir esse post de hambúrgueres em várias partes, e a primeira parte que vou escrever é sobre os hambúrgueres de rede dos EUA. Não, não! Não vou falar do McDonald’s, Burger King ou afins, calma! Vou sugerir alguns lugares do estilo “fast casual”, que utiliza produtos de melhor qualidade e menos produtos processados e congelados, diferente das redes de fast food. Além de “fast casual”, vou sugerir também alguns lugares de rede do estilo “slow food” ou “casual”.

Hambúrgueres do estilo Fast Casual:

  • Five Guys:

De todos os do estilo “fast casual” o Five Guys é o meu favorito! O primeiro restaurante do Five Guys surgiu em Arlington, Virginia, em 1986. Entretanto, se você tem alergia a amendoins nem cogite entrar no restaurante, pois tudo lá é feito à base de óleo de amendoim. As batatinhas são fritas no óleo de amendoim, hambúrguer é feito na chapa com óleo de amendoim e são servidos amendoins na casca (aquela marrom) na entrada do restaurante. Tudo no Five Guys é fresco e preparado todos os dias, só se frita os bifes de hambúrguer à medida que os pedidos vão saindo, as batatinhas são cortadas todos os dias e parecem batatinhas caseiras. Você ainda tem a opção de acrescentar o que quiser no hambúrguer, como alface, tomate, picles, cogumelos salteados, cebola caramelizada, etc etc etc… Ah, eles tem a versão mini e regular dos hambúrgueres o que me deixa muito feliz, já que eu quase não consigo comer um hambúrguer inteiro. O meu favorito: mini bacon cheeseburger com alface, tomate, cebola caramelizada, maionese, ketchup e mostarda! Nham!! Além de hambúrgueres o Five Guys tem cachorro quente (o americano sem molho né), milk shake e fritas.

Site: http://www.fiveguys.com/

  • Shake Shack:

Shake Shack está bem na moda agora e assim como o Five Guys, faz o estilo “fast casual”. Porém, algumas coisas são congeladas e processadas, como por exemplo as batatinhas onduladas, que sim, são uma delícia!! O Shake Shack, como muita gente já sabe, surgiu em Nova York – terra dos Food Trucks – como um Food Truck no Madison Square, Manhattan. A primeira loja abriu em 2004 (o food truck funcionou de 2001 a 2003 e fez um mega sucesso), e só chegou em Denver em 2018! Como o Shake Shack iniciou em NY, é muito mais fácil achar lojas na costa leste – sim, tem Shake Shack no Arizona, na Califórnia, mas nem se compara ao número de restaurantes espalhados pela costa leste. A proposta do Shake Shack é interessante, já que não só vive de hambúrgueres e milk shake. Lá também é possível experimentar a limonada da casa, o chá gelado com limonada (um clássico americano), além de tomar cerveja ou vinho (ambos para maiores de 21 anos), o que torna o Shake Shack um bom lugar para um Happy Hour. Além dos hambúrgueres são servidos hot dogs e biscoitinhos pro seu cachorro (pois é…).

Eu fiz um post sobre a minha impressão do Shake Shack (só clicar aqui), mas uma das coisas que eu mais achei interessante no Shake Shack foi o ShakeSauce, que é colocado em alguns hambúrgueres. Esse molhinho especial da casa dá um toque de defumado, o que na minha opinião é o que de fato diferencia o hambúrguer deles dos outros. Tirando isso, o hambúrguer é bom, mas não é excepcional ao ser comparado com outros do mesmo estilo. Ah! Uma recomendação é não adicionar nada nos hambúrgueres, especialmente nos que vem o molho, pois não dá pra sentir o gosto do molho e aí perde a graça.

Site: https://www.shakeshack.com/

  • Smashburger:

Esse restaurante “fast casual” de hambúrgueres foi fundado em Denver, Colorado em 2007. Desde então a hamburgueria tem crescido bastante – com lojas em outros países também – sendo um dos favoritos aqui  no Colorado. O nome Smashburger é devido à forma de preparo do bife de hambúrguer, já que o bife é literalmente esmagado enquanto grelha. Talvez em português chamássemos de hambúrguer “aos murros”, hehe! Bom, no Smashburger você pode optar por bife de hambúrguer tradicional (boi), frango grelhado ou empanado, bife de hambúrguer de peru e até de feijão preto! Os hambúrgueres são bem diferentões, tais como o com adição de molho búfalo e queijo gorgonzola ou até com queijo de cabra, pepino e espinafre. Mas é claro que tem a opção do clássico, se você quiser começar bem devagar! Além das fritas clássicas, você pode optar por fritas com alecrim e alho (delícia), batata doce frita (passei a gostar há umas duas semanas haha) e até Couve de Bruxelas crocante, e essa eu amooo!! Lá tem também uma boa variedade de milk shakes e até saladas (mas fala sério, tem lugares melhores pra comer salada, né), mas eu recomendo o hambúrguer mesmo viu!

Não é necessário vir ao Colorado para conhecer o Smashburger, tem restaurantes da rede em Orlando, Nova York, Nova Jersey, Los Angeles, São Francisco, São Diego, Houston e até Londres e Glasgow!

Site: http://smashburger.com/

E você, está lembrando de alguma rede de “fast casual” que eu não acrescentei? Gosta de algum desses? Tem vontade de experimentar algum desses hambúrgueres? Deixa o comentário no site! 🙂

Então tá então!

By Lalá.

 

 

One thought on “Será que estou virando uma “expert” em hambúrgueres? – Parte I

  1. Suellen says:

    Fiquei morreeeeendo de vontade de degustar! 😋
    Muitooo bom o post! É muitooo bom ter essas dicas. Ajuda muito durante uma viagem! Gosto de andar, conhecer o lugar, entao procuro sempre por “fast food”, para não perder tempo. Fiquei morrendo de experimentar os lanches do Fice Guys 😋😋😋😋

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s