O maravilhoso Pão de Leite Condensado (com provolone defumado)

Gente, há anos eu estou procurando uma receita similar à que minha avó fazia para as rosquinhas de coco com leite condensado. Nunca tive a receita original dela, mas me lembro muito bem do cheiro maravilhoso daquelas rosquinhas, do sabor divino (elas derretiam na boca) e de ajudá-la a abrir a massa para colocar o recheio de coco e leite condensado quando eu tinha só uns 5 anos de idade. Aliás, a vovó foi uma das minhas grandes inspirações na cozinha. Ela e o meu pai! Enfim, finalmente achei uma receita na internet que parecia boa, fiz algumas pequenas modificações e voilà! Ali estava, a massa de pão doce mais próxima o possível do que estava buscando!!! Bom, já que todo mundo me pediu essa receita, eu decidi colocá-la no blog. Eu só digo uma coisa: façam esse pãozinho e sejam felizes como eu tenho sido nas últimas semanas!!!

Olha só, pão não é uma coisa pá pum de se fazer, tem que ter paciência, carinho e deixar com que a natureza colabore com você. Nem adianta querer fazer tudo rápido que não vai prestar! Então, se você está com paciência e boa vontade hoje, siga o passo a passo que vai dar certinho! Prometo!

Primeiro passo de qualquer pão com fermento biológico, a Esponja:

Há basicamente duas formas de se fazer a esponja, que é a base para quase qualquer tipo de pão. Para esse pãozinho eu uso a esponja que fica pronta mais rápida e demora mais ou menos uma hora.

  • 1 xícara (chá) de água morninha (temperatura pra neném, sabe? Uns 37 ºC)
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo branca tradicional (aquela sem adição de fermento)
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 20 g de fermento biológico seco.

O Colorado é muito seco e muito frio, péssimo pra fazer pão. Eu usei 20 g de fermento e deu super certo. Você pode usar o pacotinho de 10 g, não tem problema.

Ok, essa etapa é super fácil, é só misturar tudo e esperar entre 40 minutos a 1 hora. Você vai ver que aquela misturinha de consistência grossa (imagem da esquerda) virou uma meleca meio líquida cheia de bolhas grandes com cheiro forte de fermento (imagem da direita). Essa é a esponja!

Foto da esquerda: Mistura que vai formar a esponja; Foto da direita: Esponja pronta!

Uma dica que eu uso sempre aqui quando está frio: Eu ligo o forno na temperatura máxima por 10 segundos (sim só contar até 10!) e desligo, e coloco tanto a esponja quanto a massa pra crescer dentro do forno (desligado, hem). E se o tempo estiver muito seco, também coloco uma tigela de água fervente dentro do forno, pra não deixar a massa seca e contribuir com a elasticidade necessária para formar o glúten. Geralmente, como aqui a temperatura é baixa e a umidade do ar é desértica, eu faço os dois procedimentos!

IMG_0556

Truque do forno quentinho e vapor d’água pra umedecer.

Depois da esponja formada, vamos umedecê-la e dar sabor:

Esse é o principal passo para o sabor desse pãozinho incrível, e essa é a parte mais fácil do processo. Os ingredientes aqui são:

  • 1 lata de leite condensado
  • Leite (a mesma medida da lata de leite condensado)
  • 100 g de manteiga com sal
  • 4 ovos em temperatura ambiente
  • 4 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 pitadinha de sal

Primeiramente misture o leite condensado, o açúcar, a pitadinha de sal e os ovos. Você pode bater tudo no liquidificador ou misturar tudo bem com um fouet (batedor de arames). Meça a quantidade de leite e coloque numa tigela. Pique os 100 g de manteiga e junte ao leite. Leve o leite com a manteiga ao micro-ondas por 1:30 a 2:00 minutos, até que a manteiga derreta. Incorpore o leite com a manteiga à mistura já feita. Esse líquido deve estar morno (aquela temperatura pra neném).

IMG_0558

Misturando os líquidos na tigela azul.

Misture o líquido na esponja até que tudo esteja bem homogêneo. Essa etapa deve ser feita à mão, com um fouet ou colher de pau. Não utilize o liquidificador!

Incorporando o líquido na esponja.

Fazendo o líquido virar deliciosos pãezinhos!

Para essa etapa você vai precisar de aproximadamente 1 kg de farinha de trigo branca tradicional. Não é possível te dizer qual a quantidade exata de farinha porque vai depender de quão úmido está o lugar onde você está fazendo o pão. Aqui no Colorado eu uso menos de 1 kg. Certamente em BH eu usaria um pouco mais de 1 kg… Enfim, eu vou incorporando a farinha ao líquido aos poucos, de xícara em xícara, e misturando com o fouet ou com uma colher de pau. Vai chegar num ponto em que vai ficar difícil misturar tudo com a colher ou com o fouet, mas a massa ainda está muito molenga para ser sovada na bancada. Vá incorporando mais farinha e sovando com a mão dentro da própria tigela. Quando a massa não estiver mais tão molenga, passe a sová-la numa superfície lisa, limpa e seca, como por exemplo uma bancada de mármore ou granito. Jogue um pouco de farinha sobre a bancada e sove a massa descontando todo o seu estresse do dia! Pense nela como um saco de pancadas. Vá acrescentando farinha aos poucos e sovando até que a massa chegue ao ponto ideal para que os pãezinhos fiquem fofinhos. O tempo de sova a mão é de aproximadamente 10 minutos. Nunca fiz na batedeira, mas se fosse fazer, eu  misturaria todos os ingredientes e depois bateria a massa com o gancho por uns 2 minutos e verificaria, bateria novamente uns 2 minutos e faria isso até chegar no ponto ideal.

IMG_0561

Colocando mais farinha!

Qual o ponto ideal da massa?

A massa deve estar bem macia, razoavelmente grudenta, mas não ao ponto de melecar a mão ou a bancada. Se a massa não estiver grudenta, você colocou farinha demais e seu pão certamente vai ficar duro. É melhor ir colocando a farinha aos poucos do que ter que umedecer a massa depois… Então, quando estiver no final do processo é ainda mais importante ir incorporando a farinha bem aos poucos, para que a gente não passe do ponto! Mas se você passar do ponto pode adicionar um pouco de água ou leite, e continuar sovando.

Depois que a massa tiver sido bem trabalhada, a gente volta ela para a tigela, cobre com um pano limpo e espera ela crescer por mais uma hora. Eu coloco novamente no forno (desligado) com uma tigela de água fervente, como comentei anteriormente. Essa massa geralmente triplica de tamanho, como na foto abaixo em que a massa começou a transbordar da tigela!

Foto da esquerda: final da sova, antes de descansar; Foto da direita: depois de um hora descansando. Ops! A massa quase transbordou!

Enrolando os pãezinhos!

Essa massa dá aproximadamente uns 50 pãezinhos. Eu faço bolinhas de mais ou menos 3 a 4 cm de diâmetro e já coloco nas formas com papel manteiga para assar. Antes de assar, deixo os pãezinhos crescerem por mais 30 minutos.

Enquanto aguarda os pãezinhos crescerem um pouco mais, pré aqueça o forno (por pelo menos uns 20 minutos) a 210 ºC. Coloque os pãezinhos para assar e retire-os quando estiverem douradinhos. Isso leva aproximadamente 10 minutos (ou até menos).

Eu não passo gema de ovo nos pães antes de assar, pois altera o sabor e eu não gosto do aspecto, mas isso fica a seu critério. Uma outra dica é, abra pequenas porções da massa, coloque queijo provolone defumado e a enrole como pãezinhos cilíndricos, fica igual ao da foto inicial e fica divino! 😉

Espero que vocês gostem desse pão tanto quanto eu! 🙂

by Lalá

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s